SelectImob

Algumas informações sobre a diferença entre as duas tabelas contando vantagens e desvantagens em cada escolha de financiamento imobiliário.

Tabela SAC ou Price, de financiamento imobiliário. Qual a ideal e suas diferenças

Tabela SAC (Sistema de Amortização Constante)

Essa é modalidade mais comum quando falamos de financiamento imobiliário, ou seja, o financiamento de longo prazo, no qual teoricamente a inadimplência é menor.
A grande peculiaridade é que, como o nome já sugere, a amortização é constante. Amortização é o quanto do valor da dívida que se está efetivamente sendo abatido.

Lembre-se que em qualquer financiamento existe uma porção do que é pago que é referente aos juros. A amortização é calculada ao se dividir o valor do financiamento pelo período (360 meses). Assim o que se mantém fixo é o valor da amortização. Como os juros vão diminuindo com o passar do tempo, consequentemente a prestação, que é composta por essas duas parcelas, também irá diminuir.

O que é Tabela Price

O sistema de amortização Price consiste em parcelas iguais, do início ao fim da quitação da dívida. Inclusive, esse é o ponto fundamental desse sistema. A principal característica é que o valor da prestação é fixo, diferente do sistema SAC. Ou seja, o valor se mantém o mesmo da primeira à última parcela, mas a sua composição alterada.

O cálculo do valor dos juros não muda. Ele é sempre calculado ao se aplicar a taxa ao saldo devedor. O que muda é que a prestação é fixa e, portanto, a amortização vai aumentando conforme o tempo.

Como a parcela é fixa e os juros diminuem conforme o tempo passa, a amortização necessariamente será maior a cada parcela. Em resumo, a Tabela Price tem parcelas com valores fixos, sendo que o valor amortizado é pequeno no começo e vai aumentando conforme passa o tempo.

 Qual é a ideal

O financiamento imobiliário é uma opção de longo prazo e talvez a mais barata entre as modalidades de crédito que o mercado oferece. Um imóvel é um bem caro, o financiamento é algo que acaba acontecendo com certa frequência na maioria das famílias que queiram o adquirir.

Com a retomada desse mercado, conhecemos hoje as duas modalidades de se fazer esse financiamento: a Tabela SAC e a Tabela Price. Na primeira, a amortização é constante e o valor da prestação varia, enquanto na segunda, a prestação será sempre a mesma.

Por abater mais o saldo devedor e assim pagar menos juros, o ideal seria a Tabela SAC. Contudo a Tabela Price também tem a vantagem de ter uma parcela inicial menor.

Segundo as tabelas:
Renda bruta de 1.300 até 2.600 a taxa de juros é de 5% Subsídios variam entre 27.420 até 7.746, dependendo da renda.
Renda bruta de 2.700 até 3.000 a taxa de juros é de 5,5% Subsídios variam entre 6.316 até 3.400, dependendo da renda.
Renda bruta de 3.100 até 4.000 a taxa de juros é de 6% Subsídios variam entre 2.885 até 2.535, dependendo da renda.
Renda bruta de 4.100 até 7.000 a taxa de juros é de 6,5% Não tem subsídios.
*subsídios = benefício oferecido pelo governo no financiamento do primeiro imóvel

*(até a data desta postagem – 09 de outubro de 2019)

Faça sua simulação totalmente gratuita

Gostou? Compartilhe e marque seus amigos!