Jesse

O planejamento é o segredo para atingir qualquer objetivo. Não seria diferente com o sonho de comprar um imóvel. Mas não é fácil conciliar as despesas do dia a dia com uma obtenção tão importante quanto essa, não é mesmo? Por esse motivo, é crucial organizar um planejamento financeiro eficiente e evitar imprevistos ou futuros reconsiderações.

Como se planejar financeiramente para comprar um imóvel

Organize suas finanças

A compra de um imóvel é um grande investimento. Então, a primeira coisa a se fazer é entender sua situação financeira. Elabore uma planilha bem detalhada, com suas receitas e todas as suas despesas, sejam elas fixas, sejam variáveis. Isso ajudará a entender a forma como você lida com o seu dinheiro.

Verifique os gastos que podem ser diminuídos ou, até mesmo, eliminados. Um exemplo clássico é o da conta de telefone. Você utiliza todos os benefícios oferecidos pelo plano atual ou um plano inferior e mais barato já seria suficiente? Faça esse tipo de questionamento com todas as suas despesas e veja como é possível controlar.

Ordene metas

Falando em poupar, algumas pessoas acham que significa guardar o que sobra ao final do mês. Entretanto o dinheiro acaba muito rápido e, assim, não há o que salvar. Isso sucede porque sempre que há um valor disponível, dispomos a vontade de gastá-lo. Para evitar essa prática, analise a economia como um compromisso da mesma forma que uma conta a ser paga, por exemplo.

Aplique o que for poupado

Dinheiro parado é sinônimo de prejuízo. Ainda há o fato de que manter o valor em sua conta corrente é arriscado, pois é capaz que ele seja utilizado para outras finalidades. Como mencionamos, deve-se reservar mensalmente uma parte da sua renda para a aquisição do imóvel.

O melhor é que esse valor seja investido em alguma aplicação segura de renda fixa. Portanto procure uma opção com boas taxas de juros para proteger o seu dinheiro da inflação e fazer com que ele trabalhe por si.

Analise as formas de pagamento

Saber as formas de pagamento é fundamental para fazer um planejamento financeiro deveras eficaz. Isso ajuda analisar qual opção é compatível para a sua realidade financeira.

Considere as despesas extras

Os custos com a compra de um imóvel não se limitam apenas ao valor da entrada e das parcelas do financiamento. Itens como taxas de transferência, de encargos bancários, impostos e os gastos com a documentação não podem faltar em seu planejamento financeiro. Isso evitará imprevistos.

Ainda não se esqueça de incluir o valor do seguro, IPTU, condomínio e despesas com manutenção. Não basta ter dinheiro para comprar um lugar para morar, é necessário também conseguir sustentá-lo sem prejudicar seu orçamento.

Fazer um bom planejamento financeiro não é uma tarefa muito difícil. Demanda apenas organização e disciplina para segui-lo e, assim, conquistar o seu imóvel. Planejar faz com que o processo seja mais seguro e tranquilo

Gostou das nossas dicas? Compartilhe e marque seus amigos!