Apartamento na planta

Seja para sair do aluguel ou trocar de imóvel, a grande dúvida que atinge a maioria dos compradores é:

“Vale a pena comprar meu apartamento na planta?”

A resposta para essa pergunta é sim!

Porém você deve considerar que a opção da compra de um imóvel na planta depende do seu perfil e dos planos que estabeleceu até a retirada das chaves

Para entender essa e outras questões sobre a compra de um apartamento na planta, leia este post especial que preparamos em conjunto com nosso time de especialistas da SelectImob.

 

O sonho da casa própria hoje?

Um estudo feito pela startup MindMiners apontou que 80% dos brasileiros, que ainda vivem com os pais ou pagam aluguel, pensam em ter casa própria.

Para você entender bem como essa dinâmica funciona, a compra do imóvel é prioridade para 52% dos brasileiros, porém mais da metade (60%) só poderá realizar seu sonho se contar com um financiamento.

E é nesse ponto que muitas vantagens aparecem para ajudar você a realizar o sonho de ter o seu próprio apartamento.

Ainda sobre esse estudo, 73% dos brasileiros pesquisados têm receio de se comprometerem com parcelas altas de uma casa ou apartamento e não conseguirem quitá-las.

Então, se você também tem esse medo, saiba que não está só.

É por isso que, uma das primeiras coisas que você precisa saber antes de comprar seu apartamento na planta é: o financiamento que vai te ajudar na realização do seu sonho.

Apartamento na planta

2 tipos de financiamento para apartamentos na planta e suas vantagens

Existem dois 2 tipos de financiamento para apartamentos na planta que são essenciais você conhecer.

O primeiro é chamado de Financiamento Individual, ou Carta Crédito Individual.

Nele, você só assinará o financiamento quando o apartamento estiver pronto. Durante o período de obras, você terá a correção do INCC nas parcelas e no saldo a financiar.

Ou seja, durante o período de construção, o financiamento ainda não aconteceu, porém você terá tempo suficiente (relativo aos meses que ainda faltam para o término da obra) para pagar toda a entrada.

A vantagem desse modelo é que você não precisará pagar custos relativos ao valor financiado neste momento, pois eles só serão cobradas apenas quando apartamento estiver pronto.

Outra vantagem é que a documentação só será paga quando seu imóvel estiver construído. Isso ajuda você a planejar melhor seu orçamento para evitar sustos.

Mas você deve ficar atento com um fator: como o financiamento só será feito quando o empreendimento estiver concluído, a sua renda deverá ser compatível com os requisitos para a compra na data da entrega.

Ou seja, é necessário manter o seu perfil socioeconômico, assim como ter o nome limpo e quitado qualquer tipo de empréstimo.

O segundo financiamento é o chamado de Associativo, ou Carta Crédito Associativo.

Este tipo é comumente usado no Minha Casa Minha Vida. Se você quiser entender sobre o programa e conhecer detalhes das regras válidas para 2020, clique aqui e leia nosso artigo sobre o assunto.

O Financiamento Associativo, diferente do individual, acontece imediatamente. Isso quer dizer que ele é feito junto com a aquisição do apartamento. Ou seja, você não espera a obra estar concluída para iniciá-lo.

Desta forma, enquanto você liquida o investimento referente à entrada do apartamento na planta, também pagará uma porcentagem do valor financiado, que é o juros de obra.

Neste caso, você irá desembolsar os 20% relativos à entrada mais uma porcentagem baixa e progressiva (juros de obra) relativa aos 80% que foram financiados do empreendimento.

As vantagem desse modelo é a garantia de ter o seu imóvel financiado agora, com os custos da correção do INCC que recaem sobre o financiamento congelados.

Mai um ponto positivo é que ao comprovar a renda no momento da compra, você não precisará fazê-la novamente ao término da obra, e não corre o risco de tomar sustos por causa dos reajustes da correção.

apartamento novo e na planta

Quanto dar de entrada no seu novo apartamento na planta?

Quanto maior o valor de entrada no seu apartamento novo, menor o valor a se financiar.

Ao dar uma boa entrada, será possível:

diminuir a quantidade parcelas

suavizar os juros

quitar o seu imóvel mais rápido

reduzir o preço das parcelas mantendo o mesmo prazo

Se você quiser aprender mais sobre esse assunto, leia o nosso texto sobre SAC ou Price.

Sempre valerá à pena se esforçar e se planejar para guardar um valor considerável, que facilite a realização do sonho do apartamento próprio.

No entanto, ainda que você não tenha uma alta quantia agora, saiba que existem maneiras de realizar seu sonho mesmo com um pequeno valor para dar no ato! Pois você poderá diluir todos os custos de entrada do seu apartamento na planta durante o período de obras.

Para fazer sua simulação de financiamento gratuita e sem compromisso, clique aqui para ter assistência dos nossos especialistas.

Mas se já quer começar a economizar e aproveitar as vantagens de ter uma boa entrada, os consultores da SelectImob selecionaram algumas ideias simples, que vão te ajudar no planejamento financeiro para a compra do seu apartamento:

 

Economize! Embora pareça óbvio, vale ressaltar que há diversas alternativas, dentro do seu estilo de vida, para gastar menos.

A regra do 1% é muito útil aqui, pois pequenas economias podem ser uma soma valiosa no fim do mês.

Uma forma interessante de guardar dinheiro é, também, buscar formas de reduzir custos em contas mensais. Outro cuidado que você precisa ter é com as compras por impulso.

 

2º Aproveite o seu FGTS. Se você ainda não sabe, vai uma informação valiosa: você pode usar seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço como entrada no seu apartamento.

Fazendo isso, a parte do financiamento será ainda menor.

 

Opte por uma renda extra. Há diversas possibilidades que vão te permitir obter mais receita, além do seu emprego.

Você pode usar suas habilidades para criar infoprodutos, produtos físicos e oferecer serviços nos dias de folga que poderão aumentar sua renda.

Lembre-se que este é um esforço que você terá agora, mas que valerá muito à pena no seu futuro.

 

Compensa comprar um apartamento na planta?

Para responder essa pergunta, é interessante apresentar o que pensam os especialistas da SelectImob.

Para eles, a resposta sobre a vantagem ou desvantagem de comprar o imóvel na planta é: “depende do seu perfil e do tempo que a pessoa está disposta a esperar para pegar as chaves. Mas, em geral, quando tratamos de lançamento, compensa muito!”

A compra na planta também beneficia quem não tem uma boa entrada para dar em um imóvel pronto.

Outra vantagem é que, por conta da entrada ser menor que o valor do parcelamento de um pronto, você pode realizar seu sonho a partir de planejamentos para o longo prazo.

Vale à pena destacar que os requisitos para a compra de apartamento na planta são muito parecidos com o construído. Porém sua maior vantagem está no valor que você pagará para começar a realizar o sonho.

Há construtoras que são bem flexíveis e tornam o imóvel mais acessível cobrando muito pouco no ato da entrada. Neste caso, elas parcelam o restante desse ato durante o período de obras, até a entrega das chaves.

casal planejando o apartamento

Por que o apartamento na planta é mais barato?

Quando um apartamento começa a ser construído, é necessário capital para cobrir os custos durante a construção.

Sendo assim, as construtoras utilizam os valores que recebem nas entradas para bancar parte desses custos.

Ou seja, quando você compra o imóvel na planta, acaba entregando dinheiro à construtora para que ela continue a erguer o prédio.

Sendo assim, você é parte importante para que a obra continue, porém aproveita a oportunidade dos melhores preços.

Outro fator interessante relacionado ao preço é que, por causa do empreendimento ainda estar em construção, ele será menos valorizado se comparado ao construído, que já passou por todos os juros.

 

4 dicas fundamentais para quem quer comprar o apartamento na planta

Existem muitas variáveis que você deve considerar ao adquirir seu imóvel e que estão ligadas a sua própria renda, planejamento e futuro incerto.

Sabemos que comprar o lar dos seus sonhos envolve riscos que você gostaria de evitar. Por isso, os analistas da SelectImob separaram quatro dicas que podem te ajudar a não perder dinheiro ou cair em golpes:

 

Verifique se o empreendimento possui RI (Registro de Incorporação). O RI é um documento garantidor que descreve todas as características do imóvel e como ele será entregue.

 

Sempre pesquise o nome da construtora na Internet a fim de verificar sua idoneidade. Sites como o reclame aqui são fontes de informação importantes nessa validação.

Mas você pode ir além e pesquisar em outros sites, blogs e fóruns se a construtora é ou não confiável.

 

Procure saber se a construtora já atrasou obras. Embora seja algo recorrente, é importante saber como é a entrega da instituição e como ela lida com seus prazos. Afinal, no seu planejamento pessoal e familiar, o prazo é algo que deve ser considerado.

 

Verifique se a construtora teve obras entregues. Além de dar mais confiança em relação à empresa, você conseguirá saber como foi a experiência das pessoas com a compra assim como com a entrega.

Se você está buscando um apartamento na planta com condições diferenciadas de pagamento, no centro da cidade, em localização prestigiada e por excelente preço, clique aqui para conhecer o novo Residencial Royal, em Mauá, na Vila Bocaina.